". Novas regras para saque do FGTS e do PIS-Pasep

Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Novas regras para saque do FGTS e do PIS-Pasep

0
Novas regras para saque do FGTS e do PIS-Pasep
O governo detalhou, em cerimônia no Palácio do Planalto, as regras de liberação de recursos do Fundo de Garantia FGTS ) e do PIS-Pasep. Foi confirmado que os trabalhadores poderão sacar até R$ 500 de cada conta, ativa ou inativa, do FGTS entre setembro de 2019 e março do ano que vem, independentemente do valor do saldo. Se o cotista tiver mais de uma conta, por exemplo, poderá sacar até R$ 500,00 de cada uma delas, podendo resgatar valores superiores ao estabelecido.
o Tempo de Serviço (
Os saques de até R$ 500 por conta do FGTS serão autorizados a partir do início de setembro, disse nesta quarta-feira o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. O cronograma do FGTS deve se estender até março e seguirá as datas de aniversário dos cotistas. Já os do PIS/Pasep, onde há menos recursos, serão divididos em três meses.
A partir do ano que vem, será colocada em prática uma nova modalidade de saque, o saque-aniversário. Quem tiver saldos maiores terá direito a sacar um percentual menor do que tem depositado. Os percentuais vão variar de 50% a 5%, conforme sete faixas de saldo, de R$ 500 a acima de R$ 20 mil.
Quem tiver até R$ 500, poderá sacar 50% do valor. Quem tiver acima de R$ 20 mil, poderá retirar 5%.
A liberação de saques do Fundo e do PIS/Pasep injetarão na economia até R$ 42 bilhões em dois anos. De acordo com o Ministério da Economia, as medidas têm potencial para gerar, em dez anos, 3 milhões de empregos e aumentar o Produto Interno Bruto (PIB) per capita em 2,5 pontos percentuais.
Para o ano que vem, uma nova modalidade de saques anuais permitirá que trabalhadores optem por receber uma parcela do saldo no aniversário, em vez de apenas no momento da demissão, o que terá impacto de R$ 12 bilhões.
Neste caso, o trabalhador terá que optar por sacar uma parte do Fundo de Garantia anualmente ou retirar os recursos no momento de sua demissão sem justa causa. O beneficiário terá que esperar 25 meses para alterar sua alterar sua opção. Na hipótese de demissão, o trabalhador irá receber a multa de 40% sobre os depósitos no Fundo.
Veja o percentual do saque anual de acordo com o saldo
Até R$ 500: poderá ser sacado 50% do saldo
De R$ 500, 01 a R$ 1.000: poderá ser sacado 40%
De R$1.000,01 a R$ 5.000: poderá ser sacado 30%
De R$ 5.000,01 a R$ 10.000: poderá ser sacado 20%
De R$ 10.000,01 a R$ 15.000: poderá ser sacado 15%
De R$ 15.000,01 a R$ 20.000: poderá ser sacado 10%
Acima de R$ 20.000: poderá ser sacado 5%



Neste ano, as retiradas somarão R$ 28 bilhões. Ainda em 2019, também serão sacados mais R$ 2 bilhões do PIS/Pasep.



O plano para flexibilizar saques no FGTS começou a ser desenhado há meses pela equipe econômica. Em maio, o ministro Paulo Guedes afirmou que aguardaria a aprovação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados para anunciar o plano.
Divisão de resultados do FGTS
A divisão dos resultados do FGTS foi modificada, o que impactará na rentabilidade do fundo e beneficiará o trabalhador. Assim como no modelo anterior, o fundo segue tendo sua rentabilidade equivalente à Taxa Referencial (TR), acrescida de 3% ao ano. A mudança é que o percentual de rendimento do FGTS destinado ao cotista foi ampliado de 50% para 100%, ou seja, os trabalhadores passarão a receber, anualmente, a integralidade do lucro total obtido.
PIS/PASEP
O governo anunciou também que haverá mais uma oportunidade para sacar os recursos do PIS/Pasep. Diferentemente dos saques anteriores, não há prazo determinado para a retirada do dinheiro. Os cotistas com recursos referentes ao PIS poderão sacar na Caixa e os do Pasep, no Banco do Brasil.
O saque para herdeiros será facilitado. O dependente terá acesso ao recurso apresentando a certidão de dependente do INSS. No caso de sucessores é necessário apresentar uma declaração de consenso entre as partes e também declarar que não há outros herdeiros conhecidos.
De acordo com o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, 1,5 milhão de pessoas possuem saldo nas contas do Pasep, totalizando R$ 4,5 bilhões. Segundo ele, os recursos serão creditados nas contas dos correntistas no dia 19 de agostos. Já os não correntistas poderão fazer receber no dia 20 do mês que vem.

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad