". Donald e Melania Trump testam positivo para covid-19

Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Donald e Melania Trump testam positivo para covid-19

0
Donald e Melania Trump testam positivo para covid-19

A Casa Branca comunicou que Trump 'leva muito a sério sua saúde e segurança, bem como a de todos que trabalham em seu apoio e da população norte-americana.

Diagnosticado com Covid-19 nesta sexta, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, passou meses minimizando o impacto da pandemia, contrariando as evidências científicas e defendendo sua resposta à crise, que já matou mais de 207 mil americanos, um recorde global. Em diversas ocasiões, desdenhou da eficácia de máscaras, debochando de seu adversário nas eleições de 3 de novembro, Joe Biden, por usá-las.

Trump, que resiste em recomendar a obrigatoriedade do uso de máscaras, só foi fotografado com o acessório em raras ocasiões. Mesmo suas tentativas de encorajar a população a usá-las, no entanto, foram seguidas por comentários sem embasamento científico que punham em xeque sua eficácia. Veja algumas das principais frases do presidente sobre a pandemia e seu impacto.

29 de setembro

Durante o debate presidencial com Joe Biden, Trump disse: 

— Eu acho que máscaras são ok. Você tem que entender. Se você olha, quero dizer, eu tenho uma máscara bem aqui. Eu ponho a máscara quando acho que preciso. Nesta noite, por exemplo, todo mundo foi testado, você tem o distanciamento social e todas as coisas que precisam ser feitas — disse o presidente.

Em seguida, continuou:

— Quando precisa, eu uso máscaras. Mas eu não uso máscaras como ele — disse, direcionando-se a Biden. — Toda vez que você o vê, ele está de máscara. Ele pode estar falando a 60 metros de distância, mas aparece com a maior máscara que eu já vi.

7 de setembro

Durante uma entrevista coletiva, o presidente pediu para um repórter tirar a máscara enquanto fazia sua pergunta:

— Por que você não a tira, você [sua voz] está muito abafada — disse para o jornalista, que apenas falou mais alto, sem retirar sua máscara.

13 de agosto

Em um briefing na Casa Branca, ele disse:

— Minha gestão tem uma abordagem diferente: fazemos um apelo para que os americanos usem máscaras, e eu enfatizo que essa é a coisa patriótica a ser feita. Talvez sejam ótimas, talvez sejam apenas boas. Talvez não sejam tão boas assim — disse o presidente, contrariando autoridades de saúde que consideram o uso de máscaras essencial para conter a transmissão da doença.

19 de julho

Ao âncora Chris Wallace, da Fox News, ele disse:

— Eu não concordo com as declarações de que se todos usarem máscaras, tudo vai desaparecer.

21 de maio

Em visita a uma fábrica da Ford, afirmou:

— Eu usei uma (máscara) lá trás. Eu não quis dar à imprensa o prazer de ver (isso).

3 de abril

Em declarações na Casa Branca:

— O Centro de Controle e Prevenção de Doenças está orientando o uso de máscaras de pano como uma medida de saúde pública voluntária e adicional. Você não precisa fazê-lo. Eles sugeriram por um período de tempo, mas é voluntário. Eu não acho que vou fazer.

11 de março

Em entrevista coletiva, minimizou as preocupações:

— O vírus não tem a menor chance contra nós. Nenhuma nação está tão preparada, ou é mais resistente, do que os Estados Unidos.

7 de março

Em visita a Mar-a-Lago, seu resort na Flórida, foi questionado se estava preocupado com o fato de o vírus estar se aproximando da Casa Branca e de Washington:

— Não, nem um pouco preocupado. Não estou. Não, estamos fazendo um trabalho excelente.

27 de fevereiro

Em uma reunião na Casa Branca, afirmou:

— Ele [o vírus] vai desaparecer. Um dia, é como um milagre, ele vai desaparecer. Em menos de quatro anos, Trump promoveu revolução conservadora nos tribunais federais dos EUA

26 de fevereiro

Em uma entrevista coletiva na Casa Branca, comentando os primeiros casos diagnosticados nos EUA:

— Nós vamos, muito em breve, reduzir os números (de infectados) para apenas cinco pessoas, e poderemos estar em apenas um ou dois em um intervalo de tempo muito pequeno. Então, nós tivemos muita boa sorte.

Após ser criticado por autoridades de saúde:

— O risco para o povo americano permanece muito baixo. Nós temos os melhores especialistas, os melhores do mundo, bem aqui.

Entenda: Em 8 pontos, saiba como o presidente dos EUA é eleito e o que pode acontecer se o resultado for contestado

24 de fevereiro

"O coronavírus está bem sob controle nos EUA. Nós estamos em contato com todos e com os países relevantes. O CDC e a Organização Mundial da Saúde (OMS) vêm trabalhando duro e com muita inteligência. O mercado está começando a parecer bom para mim", tuitou.

Cinco meses depois, Trump deu início formal ao processo de saída dos EUA da OMS, da qual era o principal financiador. Referindo-se à Covid-19 como o "vírus de Wuhan", uma expressão considerada racista pelo governo chinês, ele acusou Pequim de esconder informações do mundo e de "controlar" a organização.


Um blog sobre: Política, empregos , economia e famosos

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad