Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Podemos guardar um vinho depois de aberto?

0


O vinho se deteriora depois de estar em contato com o ar. Muito tempo depois de aberta a garrafa, o oxigênio provoca reações capazes de arruinar as virtudes da bebida e tornar sua degustação impossível. Por isso muita gente hesita antes de abrir um vinho se não tiver certeza de que seu conteúdo será consumido por completo. Bom, esqueça isso.

Armazene o vinho em garrafas menores

Jamais deixe de abrir uma garrafa porque só vai tomar uma ou duas taças. Deixando o vinho bem vedado na geladeira, ele pode se manter bom para o consumo. O aconselhável é terminar de tomá-lo no dia seguinte ou, no máximo, em dois dias, mas, se não for possível ou se o vinho não for uma “celebridade”, dá para esperar um pouco mais.

Depois de aberto, cada vinho reage de um jeito ao oxigênio. Os fortificados são os mais resistentes ao contato com o ar, podem aguentar duas, três ou até quatro semanas na geladeira. Depois vêm os brancos, que também têm boa resistência, por conta de sua elevada acidez. No limite, há rótulos de vinhos brancos capazes de suportar quase uma semana no refrigerador após serem abertos.

Entre os tintos, os encorpados resistem mais à oxidação do que os mais suaves. Mas, apesar de consumível, o vinho apresentará características diferentes de aroma e sabor. Há quem diga que vinhos tintos muito robustos podem até estar melhores no dia seguinte.

Já os rosés, pelo protagonismo do aroma, melhor não esperar muito tempo para tomá-lo depois de aberto. O mesmo vale para os espumantes, que perdem seu encanto junto com o gás das borbulhas. Mesmo com rolhas especiais, o vinho não aguenta muito mais do que um dia depois de aberto, ainda assim, se estiver cheio.

Formas de armazenar

Na geladeira, o vinho deve ser acomodado de pé, e muito bem vedado com sua própria rolha. De pé para que o contato com o oxigênio dentro da garrafa seja o menor possível. Há outras técnicas para reduzir a exposição da bebida ao ar, estendendo sua durabilidade depois de aberto, desde que não sofra alterações bruscas de temperatura e não fique sendo aberta a todo momento.

Bomba a vácuo

 Coravin

Spray com gás

Uma pouco comum, mas bastante eficiente, é transferir o conteúdo do que sobrou do seu vinho de 750 mililitros para uma garrafa menor de vinho, que talvez tenha uma vedação mais justa. Os sistemas com bombas a vácuo também podem ser úteis. O equipamento é chamado “vacuum vin” é composto de bomba de ar e rolhas. Ele retira o ar de dentro da garrafa e garante maior sobrevida ao vinho. Existe ainda um mecanismo de spray que injeta uma barreira de gás entre o vinho e o ar.

Para quem tem grandes vinhos na adega e quer abri-los, mas não tem certeza de que o momento é o certo, existe um novo dispositivo, o Coravin . Como ele, você consegue tomar duas taças de um vinho e depois vedá-lo como se nunca tivesse sido aberto. É realmente espantoso.




Um blog com notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad