". Bianca Monteiro rainha de bateria da Portela se prepara para 2022

Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Bianca Monteiro rainha de bateria da Portela se prepara para 2022

0
Bianca Monteiro rainha de bateria da Portela se prepara para 2022

Bianca Monteiro, rainha de bateria da Portela
A rainha de bateria da Portela, Bianca Monteiro, tem uma trajetória na pandemia parecida com a de muitos brasileiros: perdeu familiares, amigos e sofreu com as notícias de mortes.
“Uma tia morreu no começo da pandemia, em dezembro, e outra com um câncer. Com a pandemia os hospitais não tinham como atender ambulatório e foi bem corrido. Eu perdi vários amigos, perdemos muitos portelenses, alguns muito novos”, disse Bianca.
Bianca Monteiro rainha de bateria da Portela se prepara para 2022
“Isso mexe muito com a gente. Estar aqui hoje é algo que me deixa arrepiada. É muito difícil. A gente sorri, mas o coração ainda está um pouquinho dolorido com tudo isso”, afirmou a rainha de bateria.
Cria de Madureira, berço da Portela, Bianca voltou à Cidade do Samba pela primeira vez desde o começo da pandemia para a gravação do "Seleção do Samba", programa exibido aos sábados na TV Globo, Globoplay e g1, após o "Altas Horas".

A Portela, dona de 22 títulos do carnaval carioca, escolheu a composição coletiva de Wanderley Monteiro, Vinicius Ferreiro, Rafael Gigante, Bira, Edmar Jr., Paulo Borges e André do Posto 7 entre as três concorrentes na final.
A escola vai apresentar o enredo “Igi Osè Baobá”, de autoria dos carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage. A história e retratar a simbologia dos baobás, árvores gigantescas e milenares originárias da África.
Bianca Monteiro rainha de bateria da Portela se prepara para 2022

Retomando a forma

Com a melhora nos índices de internação e mortes por Covid no Rio de Janeiro, Bianca prevê uma retomada cautelosa dentro de um cenário que conta com perdas econômicas, além das perdas causadas pela doença.
“Por mais que seja difícil falar isso, no meio de uma crise econômica muito grande, é preciso ter paciência e sabedoria. Além de ter amor ao próximo, ter amor a nossa vida”, disse Bianca.
Entre os desafios na expectativa da volta à avenida, ela retomou a busca por um melhor condicionamento físico para sambar de uma ponta a outra na Marquês de Sapucaí.
“Não está sendo fácil, é um dos meus desafios hoje retomar a dieta, muita coisa. Com a pandemia, é impossível ver a realidade com o grande número de mortes não se afetar de alguma forma. Uns emagreceram muito, outros engordaram muito. Então é difícil focar em uma dieta”, disse Bianca.
Retomando os cuidados, ela dá um prazo curto para voltar ao ritmo.
“Eu só preciso de três meses para ficar perfeita para o carnaval”, finalizou Bianca.
Ficha técnica:
Cores: azul e branco
Presidente: Luis Carlos Magalhães
Presidente de Honra: Monarco
Carnavalescos: Renato Lage e Marcia Lage
Diretor de Carnaval: Junior
Intérpretes: Gilsinho
Mestre de Bateria: Nilo Sergio
Rainha de Bateria: Bianca Monteiro
Enredo: “Igi Osè Baobá”
Compositores dos sambas finalistas:
Jorge do Batuke, Claudinho Oliveira, Allan Corrêa, Rodrigo Guerra, Márcio Carvalho, Leko 7 e Araguaci;
Samir Trindade, Elson Ramires, Neizinho do Cavaco, Paulo Lopita 77, Beto Rocha e Vaninha;
Wanderley Monteiro, Vinicius Ferreira, Rafael Gigante, Bira, Edmar Jr., Paulo Borges e André do Posto 7.
Veja a letra do samba vencedor:
"Prepara o terreiro, separa a Mucua
Apaoká baixou no xirê
Em nosso celeiro a gente cultua
Do mesmo preceito e saber
Raiz imponente da “primeira semente”
Nós temos muito em comum
O elo sagrado de Ayê e Orun
Casa pra se respeitar:
Meu Baobá!
Ôbatalá colofé
(Tem) batucada no Arê
Pra minha gente de fé
Ayeraye
Nessa mironga tem mão de Ofá
Põe Aluá no coité e Dandá
Saluba, Mamãe! Fiz do meu samba curimba
Mata minha sede de axé
Faz do meu Igi Osè, moringa
Quem tenta acorrentar o sentimento
“Esquece” que ser livre é fundamento
Matiz suburbano, herança de preto
Coragem no medo
Meu povo é resistência feito um “nó na madeira” do cajado de Oxalá
Força africana, vem nos orgulhar!
Azul e Banto
Aguerê e Alujá
Pra poeira levantar
de crioula é meu tambor
Iluayê na ginga do meu lugar
Portela é Baobá
No gongá do meu amor
(Tem gira pro meu amor)".




Um blog de notícias. Tudo sobre política, economia, saúde, justiça, comportamento, entretenimento. Confira os fatos relevantes em tempo real. Notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad