loading...
PetroRio divulga resultados do terceiro trimestre

PetroRio divulga resultados do terceiro trimestre

PetroRio divulga resultados do terceiro trimestreA PetroRio divulgou os resultados referentes ao terceiro trimestre de 2017. 
Os principais destaques são a receita líquida de R$ 110 mi no trimestre e R$ 340 mi nos 9M17, 20% acima dos 9M16; a eficiência operacional em Polvo de 98,4% no terceiro trimestre de 2017, a taxa mais alta desde 2015; a produção de 5,2mi de m³ de Gás em Manati, 30% acima que o terceiro trimestre de 2016; EBITDA de R$ 21 mi e Lucro Líquido de R$ 16,4 mi no terceiro trimestre de 2017; e o saldo de caixa de R$ 751 mi, 33% maior que os R$ 562 mi do terceiro trimestre de 2016.

Entre os destaques estão a receita líquida de R$ 110 milhões e a eficiência operacional em Polvo.

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO
“Temos muito orgulho em apresentar mais um trimestre expressivo, com fortes indicadores operacionais e de geração de caixa. Através da operação de Polvo e do campo de Manati, registramos Receita Líquida de R$ 110 milhões, EBITDA de R$ 21 milhões e Lucro Líquido de R$ 16,4 milhões no período.
A Companhia segue seu modelo de negócios baseado em crescimento através de aquisições, eficiência operacional e redução de custos. Prova disso é a entrega de uma eficiência operacional de 98,4%, produção de mais de 700.000 barris e controle do lifting cost, mantido em US$ 32/bbl. Já Manati registrou forte recuperação nos volumes produzidos, ratificando a capacidade do ativo em gerar valor à PetroRio.
A estratégia da Companhia tem se provado atrativa a investidores e uma opção defensiva para os nossos acionistas, com receitas atreladas ao Dólar, balanceadas com o contrato de Take-Or-Pay com a Petrobras, e custos predominantemente em Reais.
A PetroRio continua focada na aquisição de novos ativos, com diligência financeira, na busca da criação de valor para seus acionistas.”
DESEMPENHO OPERACIONAL
CAMPO DE POLVO – 100% PETRORIO
Ao longo do terceiro trimestre, Polvo produziu uma média de 7.653 barris por dia, totalizando 704.044 barris, 8,7% inferior ao 3T16. Nos 9M17 a produção total atingiu 2.174.765 barris com uma média diária de 7.967 barris produzidos, 2% menor que o ano anterior. A redução se deve, principalmente, às intervenções nos poços ocorridas durante 2016 e que contribuíram para o prolongamento e estabilização da produção a partir do 2T16, apesar da curva natural de declínio esperada para o Campo.
Ressalta-se que o volume de barris vendidos abaixo da média neste trimestre possibilitou que a Companhia encerrasse o período com 422 mil barris em estoque, o equivalente a R$ 57 milhões, provando a postergação do offtake uma estratégia interessante, tendo em vista a forte recuperação do Brent observada até a data de divulgação deste relatório (US$ 63/bbl em 08/11/17). Parte desse estoque foi vendido em outubro, conforme Dados Operacionais divulgados no início de novembro de 2017. Ainda sobre a venda, condições favoráveis de mercado permitiram um offtake em agosto com preço bruto de US$ 51,8, acima dos US$ 50 auferidos no 3T16.
O terceiro trimestre foi marcado por uma forte valorização do Brent, acumulando 20% de crescimento no período (US$ 57,5 frente a US$47,9 do trimestre anterior). A alta se deve, dentre outros fatores, à temporada de furacões na América Central e ao aumento dos riscos geopolíticos, observando-se, portanto, um forte aumento de posição comprada dos investidores especuladores (posição “net long”) durante o trimestre.
A região da América Central e EUA sofreu o impacto de três furacões no período causando o shutdown de refinarias e plataformas no Golfo do México e a destruição nos pipelines de distribuição interna nos EUA. Os eventos levaram a uma redução da oferta de WTI/Shale e a um consequente fortalecimento do Brent (com notável aumento do spread de preço entre esses produtos). Houve ainda, aumento nos riscos geopolíticos globais com o acirramento das tensões entre os EUA e Coréia do Norte, e a votação do referendo separatista do Kurdistão da região do Iraque, em que forças iraquianas tomaram o principal campo produtor de óleo causando ruptura significativa na oferta de óleo da região.
Por fim, especulações sobre a renovação do acordo do corte de produção da OPEP, alimentadas por declarações da Arábia Saudita e Rússia dando como certa a renovação do acordo, ajudaram a restaurar o ânimo do mercado e a valorização da commodity.
A eficiência operacional de Polvo atingiu a excepcional marca de 98,4% no trimestre, a mais alto desde 2015, com destaque para o mês de agosto quando registrou-se a marca de 100%. Após o fechamento do trimestre, em outubro, o Campo registrou mais uma vez 100% de eficiência operacional. Os números positivos são atribuídos ao forte compromisso com resultados do time técnico da PetroRio e aos mais altos padrões de qualidade implementados pela gestão da Companhia.
No ano, a eficiência operacional acumulou 96,8%, impactada principalmente por duas paradas operacionais. Em fevereiro, o Campo permaneceu em shutdown por aproximadamente três dias em virtude de uma falha no sistema de geração de energia, que estimamos ter impactado a produção em cerca de 26 mil barris. Em junho, o Campo teve dois shutdowns de pequena duração devido a falhas de equipamento, que impactaram a produção em 16 mil barris.

0 Response to "PetroRio divulga resultados do terceiro trimestre"

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

loading...

Iklan Tengah Artikel 2

loading...

Iklan Bawah Artikel 600