loading...
Polícia tenta obter delação de Orlando Curicica no caso Marielle

Polícia tenta obter delação de Orlando Curicica no caso Marielle

Polícia tenta obter delação de Orlando Curicica no caso MarielleApós seis meses do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, a polícia ainda depende da delação do miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando de Curicica, para avançar na elucidação do crime. 
Uma fonte que atua na investigação informou que já está em andamento uma negociação entre a Delegacia de Homicídios da Capital e a defesa de Curicica para que o miliciano, preso na Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, colabore com o caso. Se o acordo sair, o depoimento de Curicica, que sequer foi indiciado pelas mortes de Marielle e Anderson, será colhido por uma equipe que irá ao presídio.
Enquanto as negociações avançam, os policiais deram início a nova fase nas apurações. Agora, chegou a vez de ouvir o padrinho político de Marielle, o deputado Marcelo Freixo (PSOL). Ele irá depor nesta sexta-feira, às 14h, na DH. Os policiais dizem que os assassinatos por emboscada de Marielle e Anderson foram bem planejados e praticamente não deixaram rastros. No entanto, eles afirmam que não existe crime perfeito. Em seis meses, já foram produzidos dez volumes em documentos.

0 Response to "Polícia tenta obter delação de Orlando Curicica no caso Marielle"

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

loading...

Iklan Tengah Artikel 2

loading...

Iklan Bawah Artikel 600