loading...
Bolsonaro estimula apoiadores a hostilizar jornalistas

Bolsonaro estimula apoiadores a hostilizar jornalistas


Bolsonaro estimula apoiadores a hostilizar jornalistasBRASÍLIA - Jornalistas que fazem a cobertura diária do Palácio da Alvorada se retiraram de entrevista concedida pelo presidente Jair Bolsonaro na manhã desta terça-feira, 31, após ele mandar repórteres ficarem quietos e estimular apoiadores a hostilizar os profissionais que estavam no local. 

O presidente havia sido questionado sobre declarações do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que tem defendido o isolamento social para evitar a propagação do coronavírus no País, na contramão do que tem dito o próprio Bolsonaro.

"Eu não sei o que ele falou. Eu parto do princípio que eu tenho que ver, não só ler o que está escrito", começou a responder Bolsonaro. Um apoiador, porém, o interrompeu e passou a hostilizar os jornalistas, com xingamentos. Instado a continuar a responder, o presidente afirmou que quem responderia seria o apoiador, que se identificou como "professor opressor".

"É ele que vai falar, não é vocês não", disse, mandando os repórteres ficarem quietos. Neste momento, os jornalistas que estavam no local, uma área cercada na entrada da residência oficial, se retiraram.

A atitude surpreendeu Bolsonaro, que questionou: "Vai embora? Vai abandonar o povo? A imprensa que não gosta do povo", disse o presidente.


Um blog sobre: Política, empregos e economia

0 Response to "Bolsonaro estimula apoiadores a hostilizar jornalistas"

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

loading...

Iklan Tengah Artikel 2

loading...

Iklan Bawah Artikel 600