.
Type Here to Get Search Results !

Assessores da ala ideológica são exonerados do MEC

0
Assessores da ala ideológica são exonerados do MEC

Grupo era remanescente da gestão do ex-ministro Abraham Weintraub


BRASÍLIA — O ministro da Educação, Milton Ribeiro, exonerou quatro assessores especiais do seu gabinete, remanescentes da gestão de Abraham Weintraub. O grupo fazia parte da chamada ala ideológica do governo. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) dessa segunda-feira. Contudo, Ribeiro manteve o coronel Paulo Roberto na vaga de assessor especial.

As exonerações foram assinadas pelo número 2 da pasta, Victor Godoy Veiga, que assumiu a secretaria executiva do órgão com a saída de Antônio Vogel. Entre os demitidos estão Auro Hadano Tanaka, Eduardo André de Brito Celino, Sérgio Henrique Cabral Sant'ana e Victor Sarfatis Metta.

O ministro está afastado porque contraiu a Covid-19 e segue em tratamento em São Paulo. Assim, os novos ocupantes do gabinete ainda não foram nomeados. Ao assumir a pasta, Milton Ribeiro afirmou que iria promover uma gestão mais aberta ao diálogo e que o MEC adotaria um tom mais conciliador. 

Embora o ministro esteja promovendo mudanças, secretários da pasta como Carlos Nadalim, da Alfabetização, e Ilona Becskeházy, da Educação Básica, identificados como representantes da ala ideológica do MEC, orientados pelo guru Olavo de Carvalho, devem seguir nos cargos.


Um blog sobre: Política, empregos , economia e famosos

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad