Collor recusa convite de Doria para tomar vacina

Collor recusa convite de Doria para tomar vacina

Collor recusa convite de Doria para tomar vacina

Collor recusa convite de Doria para tomar vacina com ex-presidentes

O ex-presidente Fernando Collor (PROS) disse nesta sexta-feira (18) que não aceitará o convite do governador João Doria (PSDB) para se vacinar contra o novo coronavírus, usando a Coronavac como imunizante. O comunicado foi feito na conta do Twitter do próprio ex-presidente.

"Sobre a notícia publicada pelos veículos de comunicação nesta sexta-feira (18), informo a todos: agradeço ao convite feito pelo governo de São Paulo, mas não participarei do ato", diz a mensagem.

O governador João Doria (PSDB) convidou os ex-presidentes José Sarney (90 anos), Fernando Collor (71 anos), Fernando Henrique Cardoso (89 anos), Luiz Inácio Lula da Silva (75 anos), Dilma Rousseff (73 anos) e Michel Temer (80 anos) para tomar a vacina contra a Covid-19 produzida pelo estado, a Coronavac.

Os ex-presidentes José Sarney e Michel Temer aceitaram o convite de Doria para se vacinarem. Sarney reforçou que "a vacinação deve ser um ato normal para todos os brasileiros, sendo o único caminho para deter a tragédia da pandemia de Covid-19". Já Temer aceitou ser vacinado e disse que "quer dar exemplo e motivar as pessoas".

A ex-presidente Dilma informou que, como mora em Porto Alegre, não pretende ir a São Paulo tomar a vacina. "Entretanto, se o governador João Doria enviar a vacina, ela tomará a medicação", informou sua assessoria. Lula e FHC ainda não se pronunciaram sobre o convite.

Segundo o governo de São Paulo, o plano de vacinação contra o novo coronavírus está previsto para começar no dia 25 de janeiro, priorizando grupos como pessoas com 60 anos ou mais — no qual se enquadram os ex-presidentes-- em datas divididas por faixa etária.

A primeira fase da campanha de vacinação da Coronavac também engloba profissionais de saúde, indígenas e quilombolas.

Caso a campanha seja aprovada, Sarney, FHC, Lula e Temer podem receber a primeira dose no dia 8 de fevereiro. Fernando Collor e Dilma Rousseff, pela faixa etária, tomariam apenas no dia 15 do mesmo mês.




Um blog com notícias selecionadas para você

0 Response to "Collor recusa convite de Doria para tomar vacina "

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Amazon

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel 600