Deputado europeu de extrema-direita renuncia após participar de orgia com 25 homens

Deputado europeu de extrema-direita renuncia após participar de orgia com 25 homens


József Szájer integra o partido do húngaro Viktor Orbán, que costuma perseguir migrantes, opositores e a comunidade LGBT+

POR ANSA
A polícia de Bruxelas, na Bélgica, interrompeu uma orgia regada a álcool e drogas que acontecia no andar superior de um bar na cidade, apesar das medidas antiaglomeração em vigor no país devido à pandemia do novo coronavírus.
Realizada na noite de sexta-feira (27), a festa reunia cerca de 25 participantes, incluindo diplomatas e o eurodeputado József Szájer, integrante do Fidesz, o partido do primeiro-ministro de extrema direita da Hungria, Viktor Orbán.
O premiê é uma das principais lideranças ultraconservadoras na União Europeia e costuma pregar em defesa da suposta "identidade cristã" do continente e de seu país, perseguindo migrantes, opositores e a comunidade LGBT+.
"Peço desculpas à minha família, aos meus colegas e aos meus eleitores. Esse passo em falso foi estritamente pessoal, sou o único responsável por isso. Peço a todos que não o estendam à minha pátria ou à minha comunidade política", acrescentou.
Szájer ocupou uma cadeira na Assembleia Nacional da Hungria entre 1990 e 2004, quando foi eleito para o Europarlamento.
Deputado europeu de extrema-direita renuncia após participar de orgia com 25 homens
Devido à pandemia, a Bélgica impõe atualmente um toque de recolher das 22h às 6h e permite reuniões de no máximo quatro pessoas.


Um blog com notícias selecionadas para você

0 Response to "Deputado europeu de extrema-direita renuncia após participar de orgia com 25 homens"

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Amazon

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel 600