Enfim Bolsonaro reconhece a vitória e manda mensagem a Biden

Enfim Bolsonaro reconhece a vitória e manda mensagem a Biden


Enfim Bolsonaro reconhece a vitória e manda mensagem a Biden

Bolsonaro diz que mandou mensagem para o 'presidente Biden' e promete 'aproximação'.
Reconhecimento ocorre quase seis semanas depois de a vitória eleitoral do democrata ter sido projetada. Na saudação a Biden, Bolsonaro deseja que EUA 'continuem sendo a terra dos livres e o lar dos corajosos'.


Quase seis semanas depois de a vitória de Joe Biden na eleição americana ter sido projetada, em 7 de novembro, o presidente Jair Bolsonaro finalmente reconheceu em público que o democrata derrotou seu aliado, o presidente Donald Trump. Bolsonaro disse nesta terça-feira em entrevista à Band que mandou mensagem a Biden e que pediu ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para fazer a comunicação oficial do reconhecimento do governo brasileiro ao democrata.

— Alguns minutos antes de entrar no ar eu já dei um start para o nosso ministro Ernesto Araújo, para ele fazer essa comunicação nossa, nas redes oficiais do governo. Depois, nas minhas redes particulares. Posso te mandar agora aqui, desligando o telefone, qual foi a mensagem que eu mandei para o presidente Biden. Da minha parte, e da parte dele com toda certeza, o americano é pragmático, nós vamos fazer um trabalho de cada vez mais aproximação — disse.
Na quinta-feira, o Colégio Eleitoral confirmou a vitória do democrata, mas a maioria dos líderes internacionais já o havia cumprimentado depois que a apuração indicou que ele venceria o pleito. Só restavam, além de Bolsonaro, o russo Vladimir Putin e o mexicano Andrés Manuel López Obrador, que parabenizaram Biden hoje mais cedo. Agora, o único dirigente internacional de expressão que não o fez foi o norte-coreano Kim Jong-un.

Em uma rede social, Bolsonaro mandou saudações a Biden e disse que está disposto a trabalhar com o novo governo, dando continuidade à "construção de uma aliança Brasil-EUA, na defesa da soberania, da democracia e da liberdade em todo o mundo, assim como na integração econômico-comercial em benefício dos nossos povos".

Em nota de quatro parágrafos curtos, o Itamaraty repetiu a mensagem postada na rede social pelo presidente, acrescentando que ele mandou a Biden "os melhores votos e a esperança de que os EUA sigam sendo 'a terra dos livres e o lar dos corajosos'".
Na entrevista à Band, o presidente brasileiro fez elogios a Trump, que permanece no cargo até 20 de janeiro, quando Biden toma posse. O republicano, no entanto, ainda não reconheceu a derrota de Biden, mas está cada vez mais isolado, uma vez que seus principais aliados no Congresso já o fizeram hoje.

— Eu espero que tudo dê certo com o Biden, agora, já que os delegados reconheceram lá que ele realmente foi eleito. Não vamos discutir mais a questão se houve ou não uma eleição tranquila. Não cabe eu falar absolutamente mais nada. Esperei o reconhecimento e nós aqui já fizemos o comunicado, agora há pouco, ao presidente Joe Biden — comentou Bolsonaro.
Na segunda-feira, delegados dos 50 estados americanos ao Colégio Eleitoral confirmaram a vitória de Biden na eleição para a Presidência dos Estados Unidos. O processo, que geralmente é uma mera formalidade, ganhou atenção neste ano devido às ações judiciais em que o republicano, sem sucesso, contestava sua derrota.

O presidente brasileiro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro, seu filho, chegaram a mencionar publicamente que teria ocorrido fraude nas eleições presidenciais americanas, apoiando as falsas alegações de Trump, derrotadas em mais de 50 ações judiciais, incluindo na Suprema Corte. O presidente também já afirmara que era necessário ter "pólvora" para se contrapor às posições de Biden sobre as queimadas e o desmatamento na Amazônia.


Um blog com notícias selecionadas para você

0 Response to "Enfim Bolsonaro reconhece a vitória e manda mensagem a Biden"

Postar um comentário

Deixe sua opinião


Amazon

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel 600