.
Type Here to Get Search Results !

Cláudio Castro confirma vacinação no Rio para quarta-feira

0
Cláudio Castro confirma vacinação no Rio para quarta-feira

Rio -O Governo do Estado do Rio de Janeiro confirmou, neste domingo (17), que a vacinação contra a covid-19 será iniciada na próxima quarta-feira (20) em todos os seus 92 municípios. A confirmação vem depois de o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciar oficialmente a data nesta tarde, em coletiva da pasta. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e de Oxford/AstraZeneca.
As doses dos imunizantes serão distribuídas a todos os estados a partir das 7h desta segunda-feira, segundo o ministro da Saúde. Em nota, o governo do Rio afirmou que "está preparado para a orientação e o apoio na aplicação das vacinas CoronaVac e Oxford/Astrazeneca a todos os 92 municípios do Rio de Janeiro, de forma simultânea e proporcional". 
Cláudio Castro viaja nesta madrugada para São Paulo, onde nesta segunda-feira participará de um encontro de governadores com o ministro Eduardo Pazuello para trazer as doses de vacina para o Rio. 
"Essa é uma vacinação para todos, sem discriminação, mantendo e respeitando as instituições. Confiamos nos técnicos da Anvisa, no Plano Nacional de Imunização e agora todos os estados, todos os municípios, juntos, serão atendidos. Será uma vacina para todos", ressaltou o governador em exercício do Rio. 
Para a vacinação, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. Assim, serão respeitados os grupos prioritários definidos previamente e dividos em quatro fases. 
A primeira fase prioriza os trabalhadores de saúde, a população idosa a partir de 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos, e a população indígena. A segunda fase inclui pessoas de 60 a 74 anos. A terceira fase prevê a vacinação de pessoas com comorbidades. A quarta fase abrangerá professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.
De acordo com o governo, foram definidos 1,5 mil postos de saúde e clínicas da família que devem participar da imunização. Além disso, a Secretaria Estadual de Saúde pode abrir mais 3 mil pontos de apoio, utilizando espaços de escolas, supermercados, shoppings e quartéis dos Bombeiros.
A subsecretária de Vigilância em Saúde, Cláudia Mello, ressalta a importância de vacinar a população fluminense: "A população-alvo para vacinação pode e precisa acreditar na importância deste momento, após avaliação criteriosa realizada pela Anvisa, definindo a segurança de ambas. Os dois imunizantes trarão diminuição de casos no enfrentamento à doença. A vacinação aumentará a proteção individual e coletiva da população", avalia. 



Um blog com notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad