Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Faça de 2021 o ano azul das suas finanças

0
Faça de 2021 o ano azul das suas finanças
Em um ano tão atípico, o fim dele é foi muito aguardado, já que ano novo é sempre época de renovar as esperanças, energias e se preparar para um novo ciclo. Grande parte dos planejamentos para 2021 é, justamente, sobre a vida financeira das pessoas.
Como organizar as finanças sem o auxílio emergencial ou mesmo em um cenário de desemprego que cresceu ao longo do ano, e como garantir que as contas fiquem em dia e talvez até sobre para aquela viagem desejada.

Para isso, é fundamental ter um passo a passo de como começar a colocar as finanças em dia e entrar em 2021 com o pé direito. Roberto Braga, co-fundador, da bxblue, fintech de empréstimo consignado, separou algumas dicas, confira:

Conheça e planeje seus gastos

Sim, é fundamental ter o equilíbrio entre o que entra e o que se gasta. O primeiro passo sempre deve ser anotar os gastos fixos e variáveis, somá-los e verificar se o total é compatível com a quantia de dinheiro que você tem disponível todo mês. Essa medida ajuda e ainda deixa visualmente mais fácil o que é possível eventualmente cortar, nem que seja por um período determinado.
Mantenha os compromissos financeiros dentro de um limite seguro e saudável
Se a ideia é se livrar das dívidas e deixar a conta bancária em dia, o melhor é avaliar a necessidade e planejar os novos compromissos financeiros. Aquela compra parcelada pode parecer tentadora, mas se não for uma necessidade básica é melhor passar. Para te ajudar, sempre recorra ao planejamento de gastos, some esse novo valor ao montante que você já desembolsa todo mês e confira se é compatível com sua realidade e qual seria o saldo final. Ao buscar por um novo empréstimo, procure opções com taxas de juros menores ou condições mais favoráveis, como pode ser o empréstimo consignado.

Deixe o cheque especial, cartão de crédito e empréstimos para ocasiões extraordinárias

As opções mais fáceis e acessíveis muitas vezes não são as mais baratas. Uma regra básica para não se endividar nestas situações, é ter critérios para usar empréstimos, cheque especial ou os cartões de crédito. Definir quando e quanto utilizar, pode ajudar a criar disciplina e ter maior controle sobre o dinheiro. O pensamento ideal é “esse dinheiro não é meu e eu precisarei devolver”, com disciplina, funciona.

Os maiores problemas estão em não gerenciar esse uso e não planejar os gastos. É possível usar o crédito de forma consciente, para realizar sonhos ou ajudar a resolver imprevistos.

Um blog com notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad