Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Rayssa Leal desembarca em Imperatriz e é recebida pelo irmão Arthur

0
Rayssa Leal desembarca em Imperatriz e é recebida pelo irmão Arthur

Atleta foi recebida pelo irmãozinho ao retornar ao Maranhão após conquistar prata no skate street. Com a conquista, Rayssa se tornou a atleta brasileira mais jovem a receber uma medalha olímpica. 

Após se tornar a atleta brasileira mais jovem a receber uma medalha olímpica, a skatista Rayssa Leal, a Fadinha, desembarcou no Aeroporto Prefeito Renato Moreira, em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, na manhã desta quarta-feira (28). 

Rayssa Leal desembarca em Imperatriz e é recebida pelo irmão Arthur
Ela foi recepcionada pelo irmão Arthur. Pouco antes de chegar à cidade natal, Rayssa fez uma publicação nas redes sociais em que anunciou o cancelamento da programação preparada para recepcioná-la na pista de skate onde treinava. 

A atleta justifica que o momento ainda não é adequado para aglomerações e aproveitou o comunicado para incentivar que o público se vacine contra a Covid-19. 

Após o desembarque em Imperatriz, a Fadinha do Skate fez um desfile em cima de uma viatura do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) pelas principais ruas de Imperatriz. Acompanhado pelo público em carros e motos, o passeio ocorreu sem registro de aglomerações. Recepção após conquista 

O retorno à cidade natal aconteceu apenas três dias após a conquista inédita da medalha de prata na modalidade skate street, nas Olimpíadas de Tóquio. Em seu perfil em rede social, Rayssa explicou a decisão de cancelar a programação de festa prevista na sua chegada. 

"Galera, por estarmos em um momento ainda delicado quanto à Covid, eu decidi cancelar a minha recepção de chegada em Imperatriz para evitar aglomerações. Então, evitem ir até o aeroporto. Eu queria muito receber o carinho de vocês, mas esse não é o momento. Agradeço demais todo o carinho, mas se cuidem, usem mascaras, álcool e tomem a vacina, tenho certeza que em breve vamos vencer esse vírus". 

Após o desembarque, estava previsto que a Fadinha do Skate se deslocasse em um carro aberto do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA). O destino final do trajeto de carro era a praça Mané Garrincha, onde ela seria recepcionada por autoridades locais. Em Tóquio, Rayssa se tornou a atleta brasileira mais jovem a receber uma medalha olímpica. Antes da medalha, Rayssa também reencontrou o "tio" Tony Hawk, um dos maiores atletas do skate (e grande incentivador da Fadinha). 

Por lá, o americano passou a "tietar" Rayssa gravando vídeos dos treinos da garota. "Há 6 anos ele [Tony] me apresentava pro mundo do skate compartilhando meu vídeo vestida de fadinha, hoje me filmou nas Olimpíadas. Isso tudo é muito incrível, estou vivendo um sonho', publicou Rayssa nas redes sociais após encontrar o ídolo.

 Como tudo começou 

O ano era 2015 e a maranhense Rayssa Leal era apenas uma criança que havia ganhado um skate dos pais. Nas ruas de Imperatriz, no Maranhão, a menina brincava com o presente novo vestida de fada azul. Até que a execução de uma difícil manobra, conhecida como "heelflip", alçou Rayssa ao estrelato após um vídeo do feito viralizar nas redes sociais.

Um blog com notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad