Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Marcelo Queiroga mostra dedo do meio a críticos de Bolsonaro em NY

0

Marcelo Queiroga mostra dedo do meio a críticos de Bolsonaro em NY

A passagem da comitiva presidencial do Brasil por Nova York, onde Jair Bolsonaro (sem partido) vai discursar na Assembleia-Geral da ONU, está sendo marcada por protestos contra o presidente da República. Na noite da última segunda-feira (20), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, mostrou irritação com os manifestantes

As autoridades brasileiras saíam de uma recepção na missão brasileira na ONU e estavam dentro de um ônibus. Manifestantes cercaram o veículo, enquanto gritavam palavras de ordem. Queiroga, então, se levantou no assento no qual estava, foi até a janela e mostrou o dedo do meio para aqueles que participavam do ato. 

A reação do ministro chamou atenção nas redes sociais, pela falta de decoro que corresponderia ao cargo. 

Em um vídeo publicado nas redes sociais na manhã desta terça-feira (21), Bolsonaro minimizou os protestos contra ele e disse que se tratavam de 10 pessoas. Segundo o presidente, "essas pessoas deveriam estar em um país socialista, não nos Estados Unidos". 

Enquanto o presidente gravava o protesto, os manifestantes gritavam "fora, Bolsonaro" e o chamavam de "genocida". Bolsonaro ainda criticou a imprensa e afirmou que os meios de comunicação inflariam o número de manifestantes, afim de dizer que havia um "megaprotesto" contra ele em Nova York. 

Mais protestos contra Bolsonaro

Esse não foi o primeiro protesto contra Jair Bolsonaro desde que o presidente chegou a Nova York. Bolsonaro teve de entrar pela porta dos fundos do hotel onde está hospedado, porque havia um grupo de manifestantes na entrada do local. 

Nas redes sociais, vídeos mostram que, na véspera do discurso de Bolsonaro na ONU, um caminhão passou pela cidade com frases contra o presidente do Brasil. O veículo, com um painel de LED, mostrava dizeres como "Bolsonaro mentiroso" e chamando o presidente de "perdedor". 

Segundo informações do portal Metrópoles, a ação foi feita por ativistas brasileiros e norte-americanos e financiada por ONGs ligadas à defesa da democracia e preservação do meio ambiente. 




Um blog com notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad