". Botafogo goleia, assume a liderança e afunda o Vasco na Série B

Parceiro

Type Here to Get Search Results !

Botafogo goleia, assume a liderança e afunda o Vasco na Série B

0
Botafogo goleia, assume a liderança e afunda o Vasco na Série B

Glorioso atropela Gigante da Colina com 4 a 0 em São Januário, que tem confusão no intervalo


No clássico carioca da Série B, as escolhas dos treinadores logo na escalação foram determinantes, assim como os momentos de cada clube, para a goleada do Botafogo sobre o Vasco em São Januário. Com o resultado histórico de 4 a 0 - é a maior vitória sobre o rival no estádio -, o Glorioso, praticamente na Série A, assumiu a liderança da tabela com 62 pontos, enquanto o Gigante da Colina deu adeus às mínimas chances de voltar à elite, caindo para o nono lugar.
O Botafogo entrou em campo ainda sem Chay e com quatro mudanças na equipe (Carlinhos, Luís Oyama, Warley e Diego Gonçalves) que se mostraram decisivas. Com MT e Léo Matos, o desesperado - e exposto - Vasco até começou melhor desde o início em São Januário, mas o pesadelo da derrota para o Guarani voltou a se repetir, só que desta vez nos minutos iniciais.
O Gigante da Colina teve duas grandes chances seguidas de abrir o placar, com Cano e Ricardo Graça parando em Diego Loureiro. Mas, após o terceiro escanteio seguido dos vascaínos, o Botafogo conseguiu a chance do contra-ataque: em velocidade, Oyama passou para Warley que tocou para Marco Antonio abrir o placar, aos 11.
O jogo mudou de cara na hora. O pressionado Vasco sentiu o gol e os protestos da irritada torcida, e o Botafogo tomou conta das ações ofensivas. Não demorou para chegar ao segundo gol, aos 19, com Rafael Navarro, aproveitando cruzamento da esquerda de Diego Gonçalves após passe de Carlinhos.
O drama vascaíno aumentou ainda mais aos 25, quando Léo Matos foi expulso. Revoltados, torcedores xingarem e jogaram garrafas no jogador. O que estava fácil ficou ainda mais e Marco Antonio marcou o terceiro aos 36, em grande lançamento de Oyama. Pedro Castro ainda chutou na trave.
No intervalo, os jogadores do Vasco saíram sob gritos de  "Time sem vergonha" e com direito a confusão e correria na arquibancada, com seguranças e PMs tendo que evitar invasão ao gramado e agindo com truculência. Um mulher passou mal, segundo o site 'Ge' e foi levada a campo para ser atendida, enquanto bombas estouraram do lado de fora do estádio.
Enquanto muitos torcedores vascaínos foram embora, os mil alvinegros fizeram a festa de São Januário, com gritos de olé já no início do segundo tempo. Fernando Diniz mexeu para arrumar o erro da escalação que deixou o time muito exposto, mas já era tarde. O Botafogo ainda chegou ao quarto gol aos 9, com Diego Gonçalves, em passe de cabeça de Pedro Castro após escanteio. O VAR chegou a anular, mas depois confirmou o lance.
Depois, o que se viu foi um Vasco entregue e tentando evitar um placar ainda pior, enquanto o Botafogo seguiu em busca de mais, com muita festa dos seus torcedores, até o apito final.


Um blog de notícias. Tudo sobre política, economia, saúde, justiça, comportamento, entretenimento. Confira os fatos relevantes em tempo real. Notícias selecionadas para você

Postar um comentário

0 Comentários

Top Post Ad

Below Post Ad